logo NOVA ALTERNATIVA por Ricardo Baptista

A Irreverência da Juventude

A juventude, ou seja sinónimo de irreverência ou rebeldia, por si só não significa trabalho imediatamente concluído na sua génese, antes pelo contrário, implica vontade, ideias novas, uma óbvia mudança, pela positiva, do estado das coisas, e porque não, da nação farense em si... Tentando elucidar, o que eu quero fazer transparecer, e enaltecer, é o trabalho efectuado por diversos jovens da "nossa" comunidade que, sem dúvida alguma, exaltam o valor desta geração. Sem mais delongas e passando aos exemplos práticos, refiro casos visíveis de empenho e dedicação de jovens empreendedores que procuram, e conseguem, executar um trabalho em prol comunidade farense sem olhar a entraves e interesses visando um papel social interventivo e altruísta em muitas frentes.

Daí que possa enunciar alguns casos, sem menosprezar os demais, que me conferem a certeza absoluta que viver em Faro cada vez mais é a opção. Senão vejamos, quando se falava a alto e bom som que o Sporting Clube Farense estava morto e sem prazo de validade, eis que surgem uns jovens dispostos a não baixar os braços e a dar a essa Instituição de Utilidade Pública, com 92 anos de história, um lufada de ar fresco e de esperança almejando um risonho futuro pleno de saúde financeira e desportiva.

O surf que em tempos foi considerado desporto radical e destinado apenas para certas classes sociais, evoluiu de modo a estar acessível a todos e mais alguns; refiro-me concretamente, e com agrado, à "Escola de Surf de Faro", dirigida por Rudolfo Oliveira e Manuel Mestre. Escola essa que tem permitido a muitos populares do Concelho de Faro, acederem à prática de um desporto, já federado, que nos seus moldes práticos permite o salutar convívio de pais e filhos - note-se que os atletas inscritos variam de idades entre os três e os quarenta anos de idade - ou de curiosos por este desporto cada vez mais divulgado no nosso país e que, porventura, mereceria uma maior atenção das entidades para tal competentes.

Sem elevar demasiado o aspecto desportivo da comunidade, é de realçar a intensa actividade teatral levada a cabo pelo Grupo de Teatro da Universidade do Algarve, o Sin-Cera, nomeadamente nesta semana que findou através do "V Encontro Nacional de Teatro Universitário", onde pontificaram algumas das melhores companhias de teatro universitário, incluindo o próprio Sin-Cera, com a peça "Os Gigantes da Montanha" de Luigi Pirandello ou a muito original performance "Organismos". - Finalizando, até na vertente política com a louvável iniciativa de um grupo de jovens, "Alternativa.faroO", que procura apresentar um projecto de médio a longo prazo para a Concelhia do PSD/Faro, com o puro intuito de devolver credibilidade àquela estrutura partidária e às juventudes partidárias em si.

Todos os aspectos focados não passam por ser mais do que muitos exemplos do que os jovens possuem e podem concretizar a variados níveis de intervenção. Contudo, não nos podemos esquecer que a sociedade nunca evoluirá sem a irreverência que é apanágio da juventude e que certos exemplos referenciados, e muitos outros, terão de ser tomados como exemplo a seguir.

Pedro Miguel Ortet

Jornal "Região-Sul" 13.11.2002

 

Jornal 'Região Sul'

Comentar este artigo           Imprimir Imprimir

Voltar à Página de Pedro Miguel Ortet