vialgarve                   
vialgarve                                Nuno Miguel Lopes Gaspar da Silva
Navigation Map
e-mail vialgarve

webmaster JNN
A Europa na Ponta da Língua

A palavra Europa anda na ponta da língua. Somos, cada vez mais, uma Europa com maiores capacidades para enfrentar um conjunto de desafios que surgem diariamente, procurando ultrapassá-los com uma visão moderna e ambiciosa, capaz de consolidar os ideais do sonho europeu de Jean Monet.

Quando falamos de Europa não podemos minimizá-la. Seja pela sua importância, seja pelo que ela representa para nós, devemos caracterizá-la como um espaço territorial e político tão vital quanto estratégico. Nela vivem actualmente milhões de cidadãos, unidos por laços de história feita de vários denominadores comuns. Mesmo que essa história nos revele também um conjunto de diferenças, assentes em diferentes culturas e experiências específicas, com um passado recente onde pontificaram decisões e estratégias políticas várias, aquilo que une estes países é tão importante que praticamente os obriga e incentiva para que fortaleçam um espírito de cooperação a vários níveis. Exemplo disto foi o processo de alargamento concluído há dois anos, que muitos julgaram difícil de se concretizar, mas que constituiu um momento histórico e marcante para todos nós. A União Europeia passou a ter 25 Estados-Membros, estendendo-se geograficamente até algumas fronteiras bastante longínquas e impensáveis até alguns anos atrás.

Agora no passado dia 1 de Maio, foram eliminadas as restrições que estavam a ser aplicadas por Portugal aos nacionais dos estados que se integraram na União Europeia, havendo por isso, livre circulação de trabalhadores, medida desde sempre ambicionada por milhões de europeus.

Por isso, a Europa está na ponta da língua e assim vai continuar. Lembrei-me deste assunto porque, ao comemorarmos mais um dia da Europa (9 de Maio), numa atitude louvável da Presidência Austríaca (foram escolhidos 27 cafés com décadas de história que se confunde com a próprio percurso da Europa), voltámos todos a concentrar-nos nesta região que, quer queiramos ou não, é nossa e faz parte de todos.

Esta é a altura de falarmos de Europa. Façamo-lo pois, salvo melhor opinião, de uma forma positiva, conscientes dos problemas que vamos enfrentar, mas convictos que e Europa é uma escolha definitiva e que jamais poderá ser posta em causa enquanto escolha estratégica.

Nuno Silva
Técnico de Recursos Humanos
Jornal "Região-Sul" 17.05.2006

Jornal 'Região Sul'

Comente este artigo

Comentários por HaloScan.com
Tiago Torégão João Nuno Neves Pedro Miguel Ortet Jorge Lami Leal Jorge Moedas Carlos Baía Lara Ferreira Hugo Leonardo Nuno Silva Alexandra Paradinha Paula Rios Pedro Gonçalves Miguel Antunes José Leiria André Botelheiro André Ramos António Ramos Marco Rodrigues Outros