vialgarve                   
vialgarve                                    João Nuno Neves
Navigation Map
e-mail vialgarve

webmaster JNN
Pensamentos de Verão

Gabinete do secretário de Estado Adjunto do ministro do Turismo em Faro
Acho piada aos comentários que tenho lido sobre este assunto. Muitas pessoas preocupam-se em… arranjar aspectos negativos nesta situação. Procuram. Imaginam. Esforçam-se.
Esta mudança para Faro do Sec. Estado do Turismo deve ser vista como uma oportunidade de potenciar o sector turístico na região.
Poderá haver oportunidades de parcerias da Sec. Estado com a Universidade e com outras entidades. Estarão na região alguns craques do sector, o que poderá melhorar o conhecimento científico sobre o tema. Certamente que estando mais perto do decisor, será mais fácil o caminho dos investidores algarvios nos corredores do poder.
Vamos esperar para ver como funciona antes de criticar.

Instalação de unidade de radioterapia em Faro
Está prevista a entrada em funcionamento para o 1.º trimestre de 2005. Penso que é uma notícia excelente e uma aspiração da região (em especial dos doentes oncológicos) que finalmente vai ser concretizada. Evitar chatices extra a quem já as tem de sobra…

Dois Secretários de Estado Algarvios
A região duplicou o seu número de Sec. Estado: de um passou para dois. E penso que as áreas não podiam ser mais importantes para a região. No Turismo temos o Dr. Carlos Martins, em relação ao qual existem expectativas fundadas que tenha um bom desempenho numa área nevrálgica para a região. O Prof. Patinha Antão, na saúde, tem a responsabilidade de, sem grandes alardes, conseguir a Faculdade de Medicina para a Univ. Algarve. Pchiuuuu. Temos que falar baixinho. Se não, a coisa ainda dá para o torto….

Mais nove escolas do ensino básico fechadas no Algarve
A racionalização dos meios impõe este tipo de medidas. Certamente não é motivador para as crianças do interior que terão que se levantar mais cedo, andar de autocarro e chegar tarde a casa, mas os recursos são escassos e têm que ser utilizados de forma equitativa. Até porque é importante o convívio para as crianças e isso não se consegue de forma cabal com 2 ou 3 alunos por turma. O Prof. Cavaco Silva ia todos os dias de Boliqueime para Faro de comboio e chegou a Primeiro-Ministro e quem sabe se algo mais…

Incêndios
Estes últimos anos têm sido calamitosos neste aspecto. Percebo pouco do assunto, mas considero que o Algarve deveria ter mais meios, e em especial meios aéreos cá estacionados. E que uma grande parte dos meios aéreos deveria ser pública, porque isto de se fazer negócios com o fogo…
A minha achega prende-se com a falta de meios humanos para os combates aos incêndios. Os jovens que não cumprem o serviço militar deveriam frequentar uma acção de formação sobre combate a incêndios de 2/3 meses e sempre que fosse necessária existiria esta retaguarda de pessoas minimamente formadas para ajudarem na guerra ao fogo. Seria uma actividade cívica, uma forma de os cidadãos contribuírem para uma verdadeira situação de emergência nacional. Aliás, na Suiça penso que esta situação é vulgar (ou pelo menos, era) e as pessoas abandonavam o seu posto de trabalho e iam ajudar a combater o fogo. Fica aqui lançada a ideia.

João Nuno C. Arroja Neves
Economista
Jornal do Algarve 19.08.2004

Jornal do Algarve

Comente este artigo

Comentários por HaloScan.com
Tiago Torégão João Nuno Neves Pedro Miguel Ortet Jorge Lami Leal Jorge Moedas Carlos Baía Lara Ferreira Hugo Leonardo Nuno Silva Alexandra Paradinha Paula Rios Pedro Gonçalves Miguel Antunes José Leiria André Botelheiro André Ramos António Ramos Marco Rodrigues Outros