logo ALTERNATIVA por Ricardo Baptista

Blogs! Blogs Algarvios!

Surgiu há pouco mais de dois meses a moda dos blogs. Blogs?! Que nome! Isso come-se? Para que serve? O que são os blogs?
Por esta altura o leitor deve estar a pensar que está a ler um artigo de ficção científica ou sobre algum novo brinquedo.

Blog é a abreviatura weblog e não passe de uma página na internet. A diferença em relação às páginas que todos conhecemos reside no facto de ser um diário digital na internet que pode ser visto por qualquer pessoa.

Imagine-se a acordar pelas 8.30h e ir a correr ao seu blog escrever como foi o seu acordar, o que comeu ao pequeno-almoço. Mais tarde iria continuar o seu diário com o trabalho, o almoço, o lanche, que reuniões teve, que amigos encontrou, etc.

Hoje em dia muitos blogues (há sugestões na internet para traduzir blog para blogue e chamar bloguistas às pessoas que têm um blog - vamos aceitar a sugestão agora!) têm mais do que esta função de banal diário e transformaram-se em espaços de reflexão sobre os mais variados temas, que vão desde literatura à política, passando pelo desporto ou pelo cinema. Habitualmente são reflexões pessoas que encontram neste meio uma forma de expressão adequada, mantendo ou não o anonimato, com uma liberdade absoluta (o que também poderá provocar alguns excessos) e sem os condicionalismos das publicações "normais", em papel ou na internet. Não há horas, não há tamanhos normalizados, não há directores (nada contra… eheh), não há prazos, não há honorários. Há apenas uma vontade interior de escrever sobre algo, sério ou cómico, sobre a aldeia ou um País distante, ou apenas um simples poema escrito na véspera enquanto se apreciava o mar. No blogue escreve-se um texto qualquer, clica-se numa tecla e segundos depois todos poderão ler e, nalguns casos, comentar.

A notoriedade mediática dos blogues surgiu quando o Jornal Expresso noticiou que o José Pacheco Pereira tinha um blogue (http://abrupto.blogspot.com/), por acaso excelente. Depois deste dia nada ficou igual. A blogosfera (o Mundo dos blogues) saiu de uma pseudo-clandestinidade e veio para a ribalta da vida pública. José Magalhães criou um blogue. Miguel Esteves Cardoso também já tem um. Vasco Graça Moura nega ter um blogue. Eduardo Prado Coelho afirma que a sua página no "Público" é um blogue. A Assembleia da República vai permitir, a partir do próximo ano, que cada deputado tenha o seu blogue no seu servidor.

A oportunidade de ler, discutir, reflectir, aprender com os outros, sejam deputados, jornalistas, estudantes ou outros, ao mesmo nível, é outras das atracções deste Mundo novo.

José Pacheco Pereira escreveu no seu blogue que "Há um aspecto sinistro de algum debate em Portugal que é a vontade de censura do outro. Não se trata de criticá-lo, de discordar, de até irritar-se com o que ele diz, trata-se de ter uma vontade indisfarçável de que ele não fale, de que ele não possa falar. Há gente que muito mais do que irritar-se com o que eu digo, irrita-se por eu o poder dizer. Há muita gente, demasiada gente, que não gosta mesmo da liberdade, que se dá mal com a liberdade."

Apesar de também haver cidadãos menos educados, o que por vezes leva a excessos, é a liberdade que reina. E na blogosfera não há censura, não há cortes. Quem se dá mal com a liberdade, não entra nos blogues.

E o Algarve, periférico em termos físicos e não só, como está no fenómeno bloguista? Parece que bem. Temos alguns blogues de qualidade e espera-se que apareçam mais. Em cada minuto deve estar a ser criado um novo blogue no Mundo. No Algarve é capaz de ser um por dia… Quando este artigo chegar até vós, certamente estará desactualizado. Ainda bem!

Em termos de Algarve devo destacar o MacJête (http://macjete.blogspot.com/), um blogue escrito em algarvio (sim, esta língua existe na sua forma escrita!), só compreensível para os algarvios mais conhecedores… Entre e delicie-se!

Um Pouco Mais de Sul (http://umpoucomaisdesul.blogspot.com/), Alcagoita (http://alcagoita.blogspot.com/), Jaquinzinhos (http://jaquinzinhos.blogspot.com/), Vialgarve (http://vialgarve.blogspot.com/), SMS(http://smsjornaldoalgarve.blogspot.com/), a Formiga de Langton(http://a-formiga-de-langton.blogspot.com/) e Lâmpada Mágica(http://lampadamagica.blogspot.com/).

Muitos mais haverá, mas esta amostra já representa um pouco das cartas que o Algarve já dá neste novo Mundo que dá pelo nome de blogosfera.

Quando é que cria o seu blogue?

João Nuno C. Arroja Neves
Economista
Magazine do Algarve - Agosto de 2003

 

Magazine do Algarve

Comentar este artigo           Imprimir Imprimir

Voltar à Página de João Nuno C. Arroja Neves