logo ALTERNATIVA por Ricardo Baptista

As Potencialidades da Região do Algarve

Não é novidade para ninguém que a economia do país vive uma situação particularmente difícil, muito por efeito da estagnação da economia mundial. Esta estagnação é a principal responsável pela quebra de confiança dos consumidores, pela diminuição do consumo e de investimento, e por arrasto, pelo inevitável aumento do desemprego.

Também na nossa região se tem constatado que a taxa de desemprego tem vindo a aumentar, embora não se possa esquecer que o Algarve foi a região do país de maior número de imigrantes, legais e ilegais, recebeu.

No entanto, dizem os especialistas que os piores dias já terão passado, começando a surgir do outro lado do Atlântico alguns indicadores que apontam para que a tão esperada retoma económica já tenha começado. Se, de facto, assim for, em breve a Europa beneficiará desta retoma e o mesmo acontecerá a Portugal.

A indiciar esta possibilidade estão os dados relativos ao valor dos projectos de investimento estrangeiros aprovados pelo Ministério de Economia que indicam que, até Setembro/2003, o valor quadruplica o de todo o ano de 2002, o que permitirá certamente criar um número significativo de postos de trabalho.

Espera-se que esta situação tenha reflexos positivos no Algarve, que é hoje uma região potencialmente mais atraente para o investimento que há uns anos atrás. A existência da Universidade, enquanto pólo de formação de empreendedores e mão-de-obra qualificada, a finalização da auto-estrada e os excelentes recursos naturais da região são factores que podem contribuir para atrair cada vez mais investimentos para a região.

Aliados a estes factores, podem-se apontar outros como a alteração da legislação laboral, a existência de apoios ao investimento, ou a criação fundos de capital de risco que podem contribuir para que tal se torne realizável.

Aguarda-se pois que os investidores/ empreendedores reconheçam as potencialidades do Algarve, tomem a iniciativa, corram riscos e criem postos de trabalho na região. A título de sugestão, aqui ficam algumas ideias de investimento, retiradas de um estudo elaborado sobre as potencialidades da região:

  • Agricultura biológica;
  • Comércio e serviços de apoio à náutica de recreio;
  • Serviços personalizados de acompanhamento de turistas;
  • Indústria e serviços ligados à protecção do ambiente;
  • Instalação e manutenção de equipamentos de produção de energias renováveis;
  • Turismo rural e agroturismo;
  • Serviços de animação local;
  • Prestação de serviços ambulatórios de apoio a idosos.

    Carlos Jorge Baia
    Gestor de Empresas
    Jornal do Algarve 04.09.2003

     

    Jornal do Algarve

    Comentar este artigo           Imprimir Imprimir

    Voltar à Página de Carlos Jorge Baia